Cólicas no Bebé

Cólicas no bébé um artigo da farmácia Aquém Tejo na Baixa da Banheira, Moita

Cólicas no bebé

As cólicas dos bebés recém-nascidos são um dos distúrbios gastrointestinais mais frequentes durante os primeiros 6 meses de vida e um dos principais motivos de ansiedade dos pais, pelo que vai ser o tema que trataremos hoje.

Um bebé com cólicas está desconfortável. Normalmente, não há nada de errado com a saúde do novo membro da família, mas este desconforto leva a um choro incansável e causa muito nervosismo nos pais, principalmente se são pais de primeira vez.

É normal que um bebé chore pois é a sua forma de comunicar. Chora porque tem frio, calor ou fome, porque a fralda está molhada ou suja, porque está doente ou simplesmente desconfortável. Mas há bebés que choram sem razão aparente, todos os dias, várias horas por dia, sem descanso. Pode ser sinal da presença de cólicas.

As cólicas no bebé, pode manifestar verdadeiramente o seu desconforto com um choro agudo que parece inexplicável, pode esticar ou contrair alternadamente as pernas e libertar gases. Habitualmente este quadro tem início depois do aleitamento, embora possa ocorrer a qualquer hora, surgindo a partir da primeira semana de vida e podendo prolongar-se durante os primeiros seis meses de vida. É um choro que, às vezes, alivia com mimo e paciência, mas por vezes pode ser preciso algo mais. A boa notíciaé que geralmente passa com o tempo!

 

Não se conhecem exatamente as causas das cólicas, colocando-se várias possibilidades:

  • Imaturidade do aparelho digestivo;
  • Flatulência (gases) devido ao ar que o bebé engole enquanto mama (amamentação ou biberão) e durante o choro;
  • Intolerância à lactose (açúcar que existe no leite e que, se não for digerido, pode levar a fermentação no intestino);
  • Alergia ao leite de vaca ou a outro componente da alimentação da mãe (e que passa para o bebé se estiver a ser amamentado);
  • Interação entre os pais e o bebé (o choro gera stresse na família, o qual, por sua vez, é sentido pelo bebé e faz com que chore mais).

 

Felizmente, as cólicas não duram para sempre e estima-se que 60% dos bebés deixará para trás a fase pior aos três meses de vida e 90% melhoram aos 4 meses.

Existem, no entanto, várias soluções e conselhos úteis para melhorar este estado do seu bebé:

  • Se dá de mamar, experimente não comer comidas picantes, couve, brócolos, couve de Bruxelas, legumes e, em geral alimentos que produzam gases.
  • Nas tomas, é importante que se esvazie completamente um dos peitos e só depois se passe para o outro.
  • Se dá biberão, procure que o bebé não absorva ar através da tetina.
  • De qualquer modo, procure que o bebé expulse bem os gasesdepois de cada toma. Massaje suavemente o ventre do bebé no sentido dos ponteiros do relógioe levante-lhe as pernas. Desta maneira ajuda-o a expulsar os gases e a acalmar a dor.
  • A posição vertical alivia os bebés e, além disso o contacto tranquiliza-os.
  • Outra posição favorável é colocá-los deitados de barriga para baixo sobre o braço. Essa ligeira pressão acalma a dor e ajuda a expulsão dos gases.

 

Podem ainda utilizar-se produtos adequados que aliviam e previnem as cólicas:

Loja online —> Aero-Om 105mg/ml 25ml Emulsão Oral

Loja online —> Colimil Baby Sol Oral 30ml

 

 

Embora muito comuns, as cólicas dos bébés podem e devem ser aliviadas, não deixe de contar com a ajuda do seu farmacêutico.

 

 

 

Artur Pinhão

Julho 2018