Dermatite Atópica

A dermatite atópica é uma doença inflamatória crónica da pele, com início habitual durante a infância.
Os termos eczema e dermatite são utilizados muitas vezes como sinónimos embora, em rigor, dermatite designe qualquer fenómeno inflamatório da pele enquanto o eczema corresponde a um padrão particular de reacção inflamatória da pele.
As localizações mais características são: pregas dos cotovelos e dos joelhos e nos bebés, as bochechas e junto às orelhas.

 

A sua incidência tem vindo a aumentar ao longo dos últimos 40 anos, e actualmente estima-se que afecte entre 10% e 20% da população pediátrica.
De um modo geral, a dermatite atópica afeta pessoas com história pessoal ou familiar de asma, rinite alérgica ou dermatite atópica em cerca de 70% dos casos. Inicia-se geralmente antes dos 12 meses (em 60% dos casos) e antes dos 5 anos (em 90% dos casos). Tipicamente, piora durante os meses de inverno.
Não se sabe, com exatidão, o que causa esta doença mas é caracterizada por pele muito seca, muita comichão e o aparecimento de placas de eczema – irritações localizadas que consistem inicialmente em erupções avermelhadas com líquido e que podem evoluir para lesões descamativas.

 

Esta dermatite pode, na primeira infância, atingir toda a superfície corporal, durante a segunda infância atinge preferencialmente os membros. A pele nestes locais torna-se mais grossa, áspera e escurecida.

 

Tratamento

Esta doença não tem cura, pelo que, o tratamento passa por tentar diminuir a secura, acalmar o prurido e controlar a inflamação. A tendência das crianças perante os sintomas é coçar as feridas, mas quanto mais se coça, mais inflamada fica a pele e mais vulnerável a infeções. As unhas devem estar sempre bem cortadas e limpas para evitar as infeções microbianas secundárias ao ato de coçar.
Não existe cura para a dermatite atópica mas certas medidas podem ser benéficas.
O que é importante é adoptar medidas que protejam a pele, que reduzam a secura e que a mantenham mais saudável:
O banho deve ser diário, rápido e com água morna. Usar um creme lavante sem sabão ou produtos neutros. Aplicar apenas nas zonas sujas (pregas do pescoço, orelhas, axilas, zona genital e pés)

 

Loja online —>  Creme Lavante – Bioderma

Loja online —>  Óleo de Duche – Bioderma

 

A secagem deve ser feita sem esfregar a pele e deve ser imediatamente aplicado um creme para favorecer a hidratação da pele e manter a sua função de barreira. . Convém evitar o uso excessivo de sabonetes e deve-se aplicar um hidratante neutro logo após o banho, antes que a água que está na pele se evapore.

 

Loja online —>  CremeCorporal Hidratante – Bioderma

 

Convém reforçar que uma pele seca causa mais prurido, agravando o ciclo da dermatite atópica.

A hidratação é um fator essencial na prevenção e controle da dermatite atópica. O seu objectivo principal é o de restabelecer a barreira cutânea, evitando a perda exagerada de água da pele.
Os anti-histamínicos podem, por vezes, controlar o prurido, em parte porque actuam como sedativo.

 

Loja online —>  Creme Corporal Hidratante – Bioderma

Loja online —> Anti-Alérgico – Cetix

 

Temos também pomadas que podem suavizar as lesões e controlar o prurido:

 

Loja online —>  Creme Hidratante  – Bepanthene

 

A dermatite atópica precisa de ser controlada, sendo como já vimos necessários cuidados simples mas diários. Conte com o seu farmacêutico para o ajudar!

 

Artur Pinhão
Março 2018