Dermatite Seborreica

A dermatite seborreica é uma inflamação das camadas superficiais da pele que provoca escamas no couro cabeludo, na cara e, ocasionalmente, noutras zonas. As erupções cutâneas características da doença ocorrem predominantemente nas áreas de maior produção de oleosidade pelas glândulas sebáceas. Pode afetar vários membros da mesma família e o clima frio costuma piorá-la, sendo por isso o tema de hoje.

A causa da dermatite seborreica é desconhecida mas a oleosidade excessiva e um fungo (Pityrosporum ovale) presente na pele afetada estão envolvidos no processo. Pensa-se também que pode existir uma predisposição genética. A maior atividade das glândulas sebáceas ocorre sob a ação das hormonas androgénicas, por isso, o início dos sintomas ocorre geralmente após a puberdade. Nos recém-nascidos também podem ocorrer manifestações da doença, devido ao androgénio materno ainda presente.

O problema manifesta-se, na maioria dos casos, de forma espontânea, embora de carácter crónica, com tendência a períodos de melhora e de piora. De qualquer modo, existem vários fatores, como o stress, o cansaço físico, as alterações climatéricas e as infeções cutâneas, que desencadeiam episódios com alguma frequência.

Sintomas da dermatite seborreica

  • Pele vermelha;
  • Prurido (comichão);
  • Descamação na barba e/ou bigode;
  • Zonas oleosas, cobertas com escamas brancas ou amarelas, que podem atingir, por exemplo, o nariz, as sobrancelhas e pálpebras, as orelhas, o peito, as axilas e as virilhas.

As manifestações mais frequentes ocorrem no couro cabeludo e são caracterizadas por intensa produção de oleosidade (seborreia), descamação (caspa) e prurido (comichão). A caspa pode variar desde fina descamação até a formação de grandes crostas aderentes ao couro cabeludo. A comichão, que pode ser intensa, é um sintoma frequente nesta região e também pode estar presente com menor intensidade nas outras localizações.

Tratamento da dermatite seborreica

Uma vez que se trata de uma condição crónica, não existe medicação que acabe definitivamente com a dermatite seborreica. Porém os seus sintomas podem ser controlados.

  • Utilize cuidados suaves para a higiene do couro cabeludo e do corpo e retire-os sempre com água abundante. Evite ao máximo produtos que contenham álcool;
  • Evite utilizar produtos de styling, como gel e laca;
  • Utilize roupa de materiais suaves, como o algodão, que promove a circulação de ar pela pele, contribuindo para reduzir a irritação;
  • Dê especial atenção a áreas como as pálpebras – se necessário, lave-as todas as noites com produtos normalmente posicionados para bebés, e remova eventuais resíduos com um cotonete ou uma compressa embebida em água quente;
  • Adicionalmente, poderá procurar, na sua farmácia, champôs com ingredientes como o piritionato de zinco e o sulfeto de selénio. Estes cuidados podem ser úteis em caso de caspa e, por norma, podem ser utilizados regularmente. Após aplicá-los no couro cabeludo, espere 5-10 minutos antes de enxaguar;
  • Deve-se evitar a ingestão de alimentos gordurosos e de bebidas alcoólicas e o banho muito quente.

Qualquer dúvida sobre estes cuidados, não deixe de nos consultar!

Artur Pinhão

Novembro 2020