Enfarte miocárdio – Importante estar alerta

Enfarte miocárdio – Importante estar alerta

O Enfarte agudo do miocárdio é uma verdadeira emergência médica em que todo o tempo conta para salvar uma vida. 

Enfarte, enfarte do miocárdio e ataque cardíaco são três designações comuns que significam o mesmo e representam uma das principais causas de morte em Portugal, daí que seja este o nosso tema de hoje.

O miocárdio é o músculo do coração responsável por estimular a distribuição do sangue pelo corpo. Para que funcione corretamente, necessita do sangue que as artérias coronárias lhe fornecem. Fala-se em enfarte do miocárdio se ocorrer bloqueio do fluxo de sangue numa dessas artérias, com destruição de parte deste músculo.

A causa mais comum deste bloqueio é a aterosclerose, que corresponde à acumulação de gordura (como o colesterol), entre outros elementos, no interior das artérias. A prevenção do enfarte é, muitas vezes, possível e passa, em grande parte, pela adoção de um estilo de vida saudável, com vigilância médica periódica.

Embora existam fatores de risco para o enfarte que não pode controlar, como o avanço da idade e a existência de outros casos na família, existem outros em que pode ter algum impacto, como os níveis de colesterol e/ou triglicerídeos elevados, pressão arterial elevada, excesso de peso, hábito de fumar e ingestão excessiva de bebidas alcoólicas.

Assim, a melhor forma de prevenir um enfarte é investir numa rotina saudável. Para tal:

  • Mantenha uma dieta equilibrada;
  • Pratique atividade física regularmente;
  • Não fume;
  • Modere o consumo sal e de bebidas alcoólicas;
  • Vigie regularmente os seus valores de colesterol, de triglicerídeos e da pressão arterial

Mas como detetar um enfarte?

Nem todas as pessoas sentem o mesmo quando têm um enfarte, mas a dor no peito é o sintoma mais frequente. Existem ainda outros sintomas possíveis:

  • Sensação de pressão no peito;
  • Dor abdominal (por cima do umbigo), que se pode estender para o pescoço, maxilar, braços ou costas;
  • Náuseas;
  • Suores frios;
  • Tonturas.
  • Ansiedade.

Se sentir algum destes sintomas, telefone para o 112 e exponha o sucedido. 

Ligar o 112 é extremamente importante pois:

  • O tempo de actuação é fundamental para a sobrevivência das vítimas;
  • O tratamento mais eficaz e com maior sucesso é a angioplastia primária, que deve ser efectuada o mais cedo possível;
  • O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) tem a possibilidade de identificar os sintomas e enviar os meios adequados;
  • Os meios do INEM têm equipamento que permite diagnosticar o enfarte ainda antes da chegada ao hospital;
  • O doente é encaminhado para o hospital mais indicado, que nem sempre é o hospital mais perto.

Se tem dúvidas que quer ver esclarecidas acerca deste tema, a nossa Farmácia e o seu Farmacêutico cá está para o ajudar!

Artur Pinhão

Fevereiro 2020