Higiene oral – previna complicações

Higiene oral – previna complicações

A higiene oral é, comprovadamente, a medida mais eficaz para prevenir as doenças orais e deve ser complementada por uma alimentação adequada e por não fumar,sendo esse o tema de hoje.

Os dentes e as gengivas não prescindem de higiene oral após as refeições. E quando assim acontece, estamos naturalmente a prevenir a maior parte das doenças da boca. 

Nas gengivas, a placa que se acumula aos poucos pode afetar irreversivelmente os tecidos de suporte dos dentes, dificultando os tratamentos e podendo levar mesmo à perda de dentes.

Também conhecida por piorreia, a Periodontite é um problema bastante comum entre os portugueses, sendo considerada a patologia oral mais prevalente no país. Gengivas inchadas, doridas e que sangram facilmente são alguns dos principais indicadores da doença. 

Periodontite, popularmente conhecida como piorreia, é uma doença gengival infeciosa e bacteriana adquirida por pacientes mais suscetíveis à acumulação de placa bacteriana, película de bactérias que se forma ao redor do dente, e que facilita o desenvolvimento do tártaro.

Fumar, apresentar uma baixa imunidade e hábitos alimentares pouco saudáveis são fatores que contribuem significativamente para este processo.

Os primeiros sintomas da doença estão relacionados com a irritabilidade dos tecidos gengivais, acompanhados de sangramento ao passar a fita dentária ou uma escovagem mais severa. Por exemplo, presença de aftas, gosto amargo na boca, gengiva vermelha ou com sangramento, pus e mobilidade dentária.

Com a evolução da doença, pode surgir a recessão gengival(deslocamento da gengiva, em que o dente parece mais comprido que o normal). Se continuar a progredir, a gengiva pode afastar-se do dente, formando bolsas periodontais (espaços entre os dentes e as gengivas). Estas bolsas favorecem a acumulação de alimentos e placa bacteriana, o que agrava a doença.

Ao longo do tempo, o pouco suporte ósseo que lhe resta irá provocar uma maior instabilidade dentária, podendo mesmo causar a perda de dentes.

O melhor é prevenir, tendo os seguintes cuidados:

  • Escovar os dentes pelo menos duas vezes por dia, uma delas obrigatoriamente antes de deitar;
  • Utilizar um dentífrico com flúor (1500 ppm);
  • Usar o fio dentário diariamente;
  • Evitar o consumo de bebidas e alimentos açucarados, que muito contribuem para a formação da placa bacteriana, e os alimentos que aderem aos dentes como por exemplo bolachas e gomas.

Ter disciplina fazendo uma correta higienização, tendo em mãos a escova correta para cada caso. Sendo que deve evitar uma escova dura que poderá, por excesso de força, traumatizar a gengiva levando a uma retração gengival.

Preferir sempre uma escova macia ou elétrica, para quem não tem habilidade nem paciência para fazer uma correta higienização.

Evite também o uso de dentífricos muito abrasivos, com promessas de clarear os dentes. Isso poderá desgastar o esmalte do dente. Em alternativa, procure usar um gel dentário por ser menos abrasivo.

Consulte-nos para encontrar produtos de saúde indicados para uma higiene oral cuidada. A sua Farmácia e o seu Farmacêutico a cuidar do seu sorriso!

Artur Pinhão

Abril 2019