Repelentes – um aliado do seu verão!

Repelentes – um aliado do seu verão!

Repelentes

Com a chegada de tempo mais qunte surgem frenquentemente as queixas relativas às picadas de insectos, tema que vamos tratar hoje.

Que os insetos picam, todos o sabemos. A maioria das picadas causa apenas uma reação local, que pode incluir vermelhidão, inchaço, comichão ou dor. 

No entanto, algumas destas picadas podem infetar, causar reações alérgicas graves ou, até mesmo, contribuir para a transmissão de doenças.

Geralmente a picada de insetos provoca apenas a reação local, com dor, comichão, vermelhidão e inchaço no local da picada, resultante da injeção dos componentes tóxicos do veneno. Nos casos de reação alérgica grave (anafilaxia) os sintomas surgem geralmente alguns minutos após a picada e têm vários graus de gravidade, desde reação cutânea (urticária, angioedema), sintomas digestivos (náuseas, vómitos, diarreia, dor abdominal), respiratórios (pieira, estridor, falta de ar) a cardiovasculares (taquicardia, tonturas, confusão, sensação de desmaio), até ao choque anafilático com paragem cardiorrespiratória. Tirando estes casos mais graves que devem ser tratados com urgência em ambiente hostitalar, os restantes podem ser tratados facilmente com a ajuda do seu farmacêutico e sobretudo prevenidos com o uso de repelentes adequados em alturas de maior probabilidade de exposição do corpo aos insectos:

Assim, há que adotar alguns cuidados para manter o risco à distância:

– Mantenha, se possível, as portas e janelas fechadas. Em alternativa, opte por utilizar, como proteção, uma rede mosquiteira;

– Utilize roupas de cores claras e fibras naturais, que protejam ao máximo a superfície do corpo. Opte por camisas e calças compridas e, em zonas de vegetação mais densa, utilize as meias por fora das calças;

– Evite cosméticos (champôs e desodorizantes, por exemplo) ou perfumes com cheiros ativos, porque podem atrair os insetos;

– Aplique um repelente de insetos nas áreas expostas do corpo (braços, pernas, tornozelos, pescoço e rosto);

Quando utilizar repelente, não se esqueça:

  • Reaplique o repelente, sempre que necessário, e quando molhar a pele (ex: mar, piscina ou transpiração intensa)
  • Aplique o repelente após o protetor solar;
  • Não coloque sobre mucosas e pele irritada ou ferida;
  • Não aplique diretamente no rosto. Coloque primeiro nas mãos e espalhe pelo rosto, evitando o contacto com os olhos e a boca.

O uso de repelentes permite afastar os insetos até certo ponto, mas nem sempre evita a sua picada.  Por norma, as picadas não são graves, mas o inchaço pode causar algum incómodo. Nesses casos, pode aliviar o ardor ou a dor com recurso a alguns truques simples:

– Lave o local da picada, com água e sabão;

– Aplique gelo ou compressas frias, para ajudar a aliviar a dor e diminuir o inchaço;

– Se necessário, aplique um creme calmante sobre a pele;

– Evite coçar as picadas – só vai aumentar a comichão;

 A nossa farmácia estará sempre ao seu dipor para, a qualquer hora, o ajudar neste com este problema que é incomadativo e bastante frequente. Não deixe de nos consultar!

Artur Pinhão

Julho 2019