Retenção Líquidos – como resolver?

Retenção Líquidos - como resolver?

Retenção Líquidos

Com a chegada das temperaturas mais altas, muitas são as mulheres que se queixam da retenção de líquidos, o tema de hoje.

Por vezes, o corpo não consegue eliminar os fluidos em excesso e estes acumulam-se nos tecidos, provocando edema (inchaço), sobretudo nas pernas, tornozelos, mãos e abdómen. A isso chama-se retenção de líquidos. É um mal do qual se queixam sobretudo as mulheres.

O que acontece, nestes casos, é que os líquidos saem dos vasos sanguíneos e vão-se acumulando no tecido subcutâneo – sobretudo nas pernas, tornozelos, mãos, pés e abdómen – provocando o “famoso” edema.

 

Potenciais sintomas da retenção líquidos

Quem sofre de retenção de líquidos pode aumentar até 2 ou 3 quilos de peso, mas a condição também pode compreender outros sintomas:

  • Sensação de pernas pesadas;
  • Pernas e mãos visivelmente inchadas;
  • Distensão abdominal;
  • Cãibras;
  • Mal-estar.

 

Erros alimentares, alterações hormonais ou má circulação podem esta na origem de um problema. No entanto, fatores como herediatariedade ou falta de exercício físico podem contribuir para o agravamento do problema. Outras causas a ter em conta:

  • Consumo excessivo de sal;
  • Carência de nutrientes como vitaminas e sais minerais (como magnésio e potássio), que contribuem para a regulação dos fluidos;
  • Excesso de peso;
  • Doenças renais, da tiroide (hipotiroidismo), cardíacas ou má circulação sanguínea;
  • Toma de alguns fármacos;
  • Passar muitas horas de pé ou sentado;
  • Uso de roupa demasiado apertada;

Flutuações hormonais, designadamente no período pré-menstrual e durante a gravidez.

 

Como resolver o problema da retenção de líquidos

Aconselha-se que ingira entre 1,5 ou 2 litros de água por dia. A ingestão de líquido irá ajudar o organismo a eliminar, de forma eficaz,  as toxinas que se vão acumulando ao longo do dia.

Para além da água, aposte nas infusões, nos chás e aumente o consumo de alimentos ricos em água, como os vegetais ou frutas.

Entre os chás mais indicados, graças à sua ação diurética, está o chá verde, chá de cavalinha, chá de funcho e erva-príncipe ou dente-de-leão.

Frutas como papaia, melancia ou acabaxi, para além de ajudá-lo a conseguir o aporte de água diário recomendado, trazem-lhe outros benefícios.

O abacaxi, tendo na sua constituíção uma enzima protoelítica que possui propriedades anti-inflamatórias, – a bromelina – vai ajudar na diminuição do edema.

 

Pode ainda optar por drenantes, disponíveis na farmácia, suplementos alimentares cuja composição promove a eliminação da retenção de líquidos, apresentando uma ação desintoxicante e termogénica, favorecendo a perda de peso.

 

Loja online —> Easyslim – Drena Ativa – Solução Oral 500ml

Loja online —> Drenaslim Hot – 600ml

 

Por outro lado, aposte na redução do sal, um dos grandes responsáveis pela retenção hídrica.

Sódio, Na+, glutamatomonosodico, bicabornato de sódio, bissulfato de sódio, fosfato dissodico, hidróxido de sódio, propionato de sódio são outras formas de “esconder” o sal, esteja atento. Caldos industrializados, sopas instantâneas, comida congelada, enchidos ou conservas escondem níveis elevados de sódio. Evite, também, os alimentos processados, tendencialmente ricos em gorduras trans e açucares simples que contribuem para o excesso de peso e acumulação de gordura.

Não esquecer  o consumo de fibras para o bom funcionamento do seu intestino e para se ver livre da sensação de barriga inchada.

Qualquer questão, não deixe de nos consultar!

 

Artur Pinhão

Setembro 2018