Sono difícil – como melhorar

Sono difícil – como melhorar

Um sono reparador tem uma importância essencial no nosso bem-estar, permitindo o restabelecimento de vários sistemas do organismo e a recuperação de energia. Pela sua importância no nosso dia a dia, é o tema de hoje.

Dificuldade em adormecerproblemas na manutenção do sono(acordar várias vezes durante a noite); despertar precoce(antes do tempo considerado normal), são as queixasmais comuns associadas à insónia.

São diversas as situações que podem dar origem a uma insónia:

  • A idade;
  • Trabalho por turnos;
  • Jet-lag; 
  • Stress: pode resultar de questões profissionais, relações pessoais, preocupações financeiras ou de ruído do meio envolvente;
  • Alguns produtos para emagrecer;
  • Determinados medicamentos, como por exemplo medicação para as dores, para a hipertensão, para a asma e para a depressão.

A falta de sono pode prejudicar as funções cerebrais, afetar o controlo hormonal e enfraquecer as defesas do organismo, podendo traduzir-se em:

  • Hipersonolência diurna (excesso de sono durante o dia);
  • Cansaço;
  • Irritabilidade;
  • Dificuldades de  memória econcentração;
  • Ansiedade e depressão

A ausência de um sono com qualidade reduz a concentração, diminui a produtividade e pode contribuir para o desenvolvimento de problemas de saúde como doença cardíaca e diabetes. A melatonina é uma hormona cuja produção e libertação é estimulada pela escuridão e ocorre, maioritariamente durante a noite. Sabe-se que induz o sono, tem propriedades antioxidantes e ainda influencia o nosso sistema imunitário e a resposta do organismo ao stress.

Siga as seguintes dicas para um sono verdadeiramente reparador:

  1. Crie no quarto um ambiente confortável, com pouca luz e pouco ruído;
  2. Estabeleça um horário regular para se deitar e acordar e utilize roupa de cama confortável;
  3. Se costuma fazer sestas evite que estas durem mais de 45 minutos por dia;
  4. Se tem de estar acordado à noite utilize uma luz de fraca intensidade e de cor quente, alaranjada ou avermelhada: luzes mais intensas podem suprimir a produção de melatonina;
  5. Evite a ingestão excessiva de álcool, principalmente até quatro horas antes de dormir;
  6. Evite o consumo de alimentos com cafeína, como o chá, café e chocolate, até seis horas antes de dormir;
  7. Evite refeições pesadas ou picantes, até quatro horas antes de dormir;
  8. Coma bananas, milho-doce, gengibre e tomate: estes alimentos são ricos numa substância precursora da melatonina e podem contribuir para regular os níveis desta hormona;
  9. Evite utilizar o quarto para ver televisão ou estar no computador, particularmente nas horas antes de se deitar;
  10. Pratique atividade física regularmente, mas evite fazê-lo imediatamente antes de se deitar.

Caso seja necessário, existem medicamentos que o podem ajudar a relaxar, a adormecer ou a manter um sono contínuo.

Consulte-nos se precisar de ajudada para melhorar o seu sono!

Artur Pinhão

Maio 2019