Vacinação da gripe – O que deve saber

Vacinação da gripe – O que deve saber

Vacinação da gripe

Chegou o Outono, com ele a época da vacinação antigripal. Vamos de seguida perceber que a prevenção da doença é um ganho em saúde e neste caso prevenier é vacinar.

Tempo frio é sinónimo de infeções respiratórias, sobretudo, quando falham as medidas de prevenção. O frio é um irritante brônquico e, por isso, facilitador do agravamento das doenças respiratórias crónicas.

As doenças infeciosas com envolvimento das vias aéreas superiores e inferiores, virais e bacterianas, com particular relevância para as Pneumonias são mais relevantes no tempo frio.

A vacinação é proteção. Por isso os doentes crónicos ou imunodeprimidos devem ser vacinados anualmente no Outono, com a vacina da gripe, como forma de prevenção destas doenças infeciosas, mais prevalentes nos meses de Inverno.

A vacina da gripe é constituída por vírus inativos, que provocam a produção de anticorpos, uma reação normal do sistema imunitário de pessoas saudáveis para tentar eliminar um “invasor” causador de doença. Em caso de ataque posterior por vírus ativos, as nossas defesas reconhecem o “inimigo” e neutralizam-no.

A vacina é relativamente segura. As reações adversas são localizadas e transitórias. Dor, vermelhidão e ligeiro inchaço no local da picada são os principais efeitos secundários. Também pode causar dores de cabeça e febre. Estes problemas desaparecem passado pouco tempo.

A vacina antigripal deve ser tomada anualmente, pois o vírus modifica-se, surgindo todos os anos com uma face nova. A vacina diminui a probabilidade de ter gripe, a gravidade dos episódios e das suas complicações.

Para a vacina ser eficaz, o sistema imunitário tem de responder corretamente e o organismo deve produzir anticorpos suficientes, o que pode ser difícil no caso dos idosos. Embora a vacinação seja claramente recomendada para aquele grupo, a vacina pode ser menos eficaz, sobretudo se o seu estado de saúde já está debilitado.

Mais do que prevenir a gripe, a vacina para os grupos de risco pretende evitar complicações potencialmente fatais.

 

A vacinação contra a gripe é fortemente recomendada a:

  • Pessoas com idade igual ou superior a 65 anos;
  • Doentes crónicos e imunodeprimidos (a partir dos 6 meses de idade);
  • Grávidas;
  • Profissionais de saúde e outros prestadores de cuidados (ex.: lares de idosos).

Aconselha-se também a vacinação às pessoas com idade entre os 60 e os 64 anos.

 

Contra-indicações

  1. Pessoas com história de reacção alérgica à vacina
  2. Pessoas alérgicas ao ovo
  3. Crianças com menos de seis meses

 

Se tem dúvidas que quer ver esclarecidas acerca da vacinação antigripal, a nossa farmácia e o seu farmacêutico está pronto a ajudar!

 

Artur Pinhão
Outubro 2018